Arquivo de dezembro, 2010

Já comentamos neste espaço a situação precária que se encontram as rodovias da região, principalmente a que liga Barbosa Ferraz à Fênix. A situação é tão crítica que no último domingo (26) moradores colocaram capim dentro dos buracos em forma de protesto e até mesmo para sinalizar os mais desavizados dos perigos que estes buracos oferecem.

Neste trecho, de aproximadamente 15km, é comum ver carros parados e motoristas trocando os pneus que foram danificados pelos buracos. O prejuízo causado aos usuários é muito maior que o tapa buracos necessário para que a via tenha condições de uso.

É preciso paciência

A conservação do trecho é de responsabilidade do Governo do Paraná, através do DER. O Jornal do Interior News entrou em contato com o DER de Maringá, responsável pela conservação do trecho e nos foi informado que a recuperação desta rodovia, além do trecho que liga Barbosa Ferraz à Corumbataí do Sul e outro trecho que liga Barbosa Ferraz ao distrito de Tereza Breda, está programado para o início de 2011.

Segundo o DER, nesta fase de transição de governo o trabalho fica comprometido com a falta de material e até combustível para os equipamentos. Ainda de acordo com o DER, outro fator que prejudica a recuperação imediata da rodovia é que as empresas que fornecem matéria prima estão em férias coletivas, assumindo as atividades apenas em janeiro do próximo ano.

O DER pede a paciência dos motoristas e a cautela que o problema deve ser resolvido no começo de 2011. O Blog vai acompanhar o caso e cobrar a solução deste problema.

Fotos: Jornal do Interior News

Uma calçada diferente

Publicado: 22 dezembro 2010 em Barbosa Ferraz

O clima de fim de ano e as opções para chamar a atenção dos clientes fazem desta uma calçada diferente das demais. Enquanto os outros comerciantes se preocupam em recolher o papel picado ao fim do dia, esta calçada segue desta forma, com o enfeite 24 horas por dia, nos 7 dias da semana.

O colorido no céu

Publicado: 22 dezembro 2010 em Geral

No meio da plantação de soja várias cores cruzam o céu dando um colorido muito visto nesta época de tempo instável com chuva e sol no mesmo momento.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Maringá e de Londrina, em conjunto com a Promotoria de Justiça de Apucarana, denunciaram, nesta semana, 12 pessoas acusadas de envolvimento com o “jogo do bicho” na região de Jandaia do Sul. Entre os denunciados estão dois delegados e um investigador de polícia, que estariam facilitando a atuação da quadrilha em troca de dinheiro ilegal.

Há pelo menos três meses, o Gaeco vinha acompanhando a movimentação da banca “Vale do Ivaí”, que, segundo as investigações, gerenciava a atividade ilícita do “jogo do bicho” em Jandaia do Sul, Mandaguari, Marialva, Kaloré, Marumbi, Bom Sucesso, São Pedro do Ivaí, São João do Ivaí, Borrazópolis, Barbosa Ferraz e Fênix.

De acordo com o Gaeco, pelo menos 85 pessoas trabalhavam na atividade ilícita na região. Seis delas estão presas: o dono da banca, Mário Saddi Júnior, conhecido como “Marinho”; o sobrinho e “braço direito” dele, André Luiz Saddi Pires, e outro integrante do bando, José Luiz Bosio. Eles estão presos na Penitenciária Estadual de Londrina II, acusados de corrupção ativa, formação de quadrilha, prática de contravenção penal do jogo do bicho.

Também foram denunciados por formação de quadrilha e contravenção penal do jogo do bicho: Agnaldo César Elias, Rodrigo Michel Valério, Geraldo Borges Fraga, Douglas Silva de Jesus, Miguel Rosa de Jesus e a funcionária pública Dirce Aparecida da Silva.

Porém, o que chamou a atenção dos promotores de Justiça que atuaram no caso foi a participação de policiais civis na quadrilha. As investigações mostraram que o ex-delegado de Jandaia do Sul, Gustavo Tucci Nogueira, a ex-delegada de Marialva, Elza da Silva, e o investigador de polícia Pedro Leite da Silva faziam “vistas grossas” frente ao “jogo do bicho” na região e que ainda repassavam informações privilegiadas e sigilosas aos “banqueiros” acerca das atividades policiais de repressão à atividade, em troca de dinheiro ilegal.

Segundo o Ministério Público, a ex-delegada de Marialva teria recebido cerca de R$ 900 reais mensais, entre fevereiro e outubro de 2009, para colaborar com a quadrilha. Já o ex-delegado e o investigador de Jandaia do Sul teriam recebido cerca de R$ 3 mil por mês, de 2004 a outubro de 2010, e a partir desta data, teriam aumentado o valor da comissão para R$ 4,1 mil, a fim de atrapalhar um pedido de investigação instaurado pelo Ministério Público.

Os dois delegados e o policial civil estão presos em Curitiba, acusados de facilitação da atividade ilegal, de corrupção passiva e de formação de quadrilha. Gustavo Tucci Nogueira ainda poderá responder por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e violação de sigilo funcional.

A Promotoria de Justiça de Barbosa Ferraz, na região de Campo Mourão, protocolou ação contra o prefeito de Corumbataí do Sul, Osney Picanço, por atos de improbidade administrativa realizados durante a campanha eleitoral de 2008.

Segundo a ação, o prefeito, em campanha à reeleição na época, teria prometido e pago verbas a conselheiros tutelares “por fora”, em troca de apoio. O prefeito também teria comprado óculos para uma eleitora, auxiliado na produção de gado de outro, e ainda custeado, de forma ilegal, a mudança de um casal de eleitores para a cidade. Segundo a ação, essas condutas são violadoras não apenas do princípio da legalidade, da moralidade, da publicidade e da impessoalidade, mas também constituem prejuízo inevitável aos cofres públicos.

Todos os fatos foram apurados e comprovados perante a Justiça Eleitoral, que já condenou o réu. O Juízo Eleitoral encaminhou os autos ao Ministério Público, para tomar as providências cíveis e criminais.

Caso seja condenado, o prefeito pode perder a função pública e ter os direitos políticos suspensos pelo período de cinco a oito anos. O MP-PR também solicita o ressarcimento integral do dano aos cofres públicos, perda dos bens e valores obtidos ilegalmente, pagamento de multa de até cem vezes o valor do dano e proibição de realizar contratos com o Poder Público ou receber benefícios, direta ou indiretamente.

Foi enterrado nesta segunda-feira (20) o corpo do sr. Silvio Françoso, um dos mais tradicionais e antigo morador de Corumbataí do Sul. O sr. Silvio estava com problemas de saúde há algum tempo e com idade bastante avançada.

A família Françoso manifestou agradecimento a todas as pessoas que se solidarizaram neste momento difícil de despedida da pessoa querida pelos familiares e por a toda a comunidade como era o sr. Silvio Françoso.

Pessoa simples, Silvio Françoso deixa, além da saudade, um belo exemplo de vida para toda a comunidade.

Retrospectiva das obras

Publicado: 21 dezembro 2010 em Barbosa Ferraz

A Prefeitura de Barbosa Ferraz lançou uma galeria de fotos com as principais obras e ações realizadas em 2010. Particularmente escolhi esta foto que, além de bonita, representa um grande avanço para os agricultores que contam com boas estradas para escoar a produção agrícola.

Aliás, na situação que se encontra o asfalto que liga Barbosa Ferraz ao distrito de Tereza Breda, a estrada de terra do Pocinho acaba sendo uma opção de qualidade e menos dolorosa para os motoristas.

A galeria de fotos está disponível no site www.barbosaferraz.pr.gov.br

Foto: Odair José