Arquivo de julho, 2014

Li essa nota na coluna Política e Ação, do competente jornalista Walter Pereira, publicada no jornal Tribuna do Interior na semana passada:

Com a proximidade do fim de ano, prefeitos da região já estão colocando os pés nos freios com os gastos. Em Barbosa Ferraz, por exemplo, segundo o prefeito Gilson Cassol, a ordem é apertar os freios e reduzir ao máximo os gastos. Isso tudo para não chegar ao fim do ano com as contas do município no vermelho. Segundo o alcaide, a queda no repasse do Fundo de Participação aos Municípios (FPM), de 24% na cidade, deixa a situação ainda mais complicada. “Vamos fazer o que for preciso para cortar os gastos”, ressaltou. Segundo ele, alguns trabalhos já começarão a ser priorizados. E brinca pra ver…

Ao que tudo indica, o dinheiro anda curto para alguns setores. No Esporte, por exemplo, o então diretor foi convidado a deixar o cargo por falta de verbas. Projetos na área também foram cancelados para apertar os gastos públicos. No entanto, na mídia, a veiculação de comerciais citando “a administração que apoia o esporte” segue normalmente.

Numa pesquisa rápida pelo portal da transparência, a coisa anda muito bem em outros segmentos da administração. Em um único contrato que a prefeitura fez com uma empresa prestadora de serviços, com duração de um ano, o valor máximo a ser gasto no período seria o suficiente para comprar os melhores equipamentos disponíveis no mercado para executar o mesmo serviço que a terceirizada fará. Chamou a atenção também o preço cobrado pelos itens discriminados no contrato. Em alguns casos o dobro do que a gente vê na iniciativa privada. Mas isso não é assunto para blog. É assunto para o MP e para o TCE/PR.

Anúncios

citroen_atoladoE o carro oficial da prefeitura de Corumbataí do Sul foi para o brejo, literalmente. O prefeito Carlos Rosa Alves postou, em seu perfil no Facebook, a foto do C4 Lounge atolado numa estrada rural em Iguaraçu, região de Maringá. Carlos Caxão sentiu na pele o que agricultores sofrem em dias de chuva com as estradas rurais em más condições.

??????????O município de Barbosa Ferraz, na região Centro-Oeste do Estado, está entre os mais prejudicados pelas chuvas de junho. Conhecida como “a capital do crochê” e um dos principais polos de artesanato do Paraná, a cidade registrou mais de 3 mil pessoas afetadas e que têm renda oriunda destas atividades.

Para minimizar as perdas e apoiar a população, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano garantiu a liberação de R$ 540 mil para a construção ou compra de um barracão industrial do município. “Não poderíamos retroceder mais uma vez na nossa história. Este benefício traz alento a todos nós e recupera nossa dignidade, com a garantia de emprego e renda”, diz um dos empresários da região, Waldir de Oliveira, cujas máquinas, produtos e fios ficaram submersos.

O empresário fala em retrocesso ao lembrar que Barbosa Ferraz já foi também conhecida como a “Capital Mundial da Menta”, em função do óleo de hortelã, atividade extinta por conta de enchentes passadas. Na época, a população da cidade somava 70 mil habitantes e hoje são apenas 12 mil.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega, que visitou o município em 2014, ficou sensibilizado com a situação dos moradores após as chuvas e agilizou com o prefeito Gilson André Cassol os recursos necessários e emergenciais para favorecer a atividade econômica da população.

Foto: Divulgação

estrada_serrinha1No perfil Serrinha BF, no Facebook, a divulgação de como estava a estrada do bairro e como ficou após o serviço de cascalhamento feito pela prefeitura. O Blog já havia noticiado recentemente que até agricultores do bairro colocaram a mão na massa para ajudar na recuperação das estradas. Fica ai o registro do trabalho executado 90 dias depois.

estrada_serrinha2

…mas é lá para as bandas de Campo Mourão, onde a ideia de fazer uma seleção dos melhores candidatos à uma vaga de estágio funciona. Já pelas bandas de Barbosa Ferraz a coisa é meio no dedo mesmo.

Em Campo Mourão são 120 vagas. O curso de pedagogia lidera com 80 vagas disponíveis. Quem realiza a seleção por lá é o CIEE, com direito a prova e tudo. E os selecionados receberão bolsa-auxílio de R$ 400 a R$ 600, mais auxilio transporte.

Detalhe importante: o candidato deve estar matriculado num curso compatível com a vaga.

Cursos com vagas
Pedagogia – 80
Educação Física Licenciatura – 20
Letras – 5
Geografia – 5
História – 5
Ciências Econômicas – 2
Administração – 2
Matemática – 1
Agronomia – Cadastro de reserva
Ciências Contábeis – Cadastro de reserva
Educação Física Bacharel – Cadastro de reserva
Farmácia – Cadastro de reserva
Serviço Social – Cadastro de reserva

Com informações do Boca Santa

Licenciado

Publicado: 2 julho 2014 em Barbosa Ferraz
Tags:, , ,

A licença do vereador Julielton dos Paços Rodrigues, por 30 dias, expõe uma ausência de informação no regimento interno da Câmara de Barbosa Ferraz. Não há menção sobre o período mínimo de licença para que se convoque o suplente. Em outras Câmaras da região, inclusive a que serviu de base para a elaboração do regimento interno da Casa de Leis barbosense, a convocação do suplente só ocorre em licenças superiores a 120 dias. A Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado Federal seguem o mesmo entendimento.

Com a licença do vereador Julielton, a Câmara deve convocar a primeira suplente Ivone do Vale, que substituirá o vereador licenciado por 30 dias.